Benefícios

  • Consulta Médica para Determinar se um contribuinte tem direito a benefícios

    A perícia
    INSS
    é uma consulta médica que será usada para determinar se um
    contribuinte possui ou não direito a um benefício do INSS. Hoje existe um
    serviço de agendamento perícia INSS, para que esse processo seja realizado de
    forma mais organizada e rápida, se você deseja saber como funciona e como fazer
    um agendamento perícia INSS continue acompanhando o nosso post.

    Agendamento Perícia INSS

    Saiba mais a respeito também da Certidão Negativa INSS – CND
    O agendamento INSS
    por meio da internet permitirá que o cidadão tenha um dia e horário marcado
    para realizar o seu atendimento, esse processo ajuda a evitar filas e torna o
    processo mais rápido.
    O processo para fazer o seu agendamento perícia INSS é feito
    pela internet, dessa forma você tem ainda mais comodidade para fazer o seu
    agendamento.
    Para iniciar o seu agendamento perícia INSS 2019 será preciso que
    você acesse o site da previdência social no endereço www.previdencia.gov.br
    Veja abaixo a página que irá se abrir ao acessar o site:
    1.      
    Agora será preciso que você vá até o menu de
    opções “Serviços do INSS” e então selecione “Agendamento”
    2.      
    A opção agendamento te levará para a página
    destinada a “Agendamento de atendimento”
    3.      
    Veja na imagem abaixo:
    4.      
    O próximo passo será selecionar a opção “Agende
    Agora” para enfim escolher entre agendar ou consultar o agendamento perícia INSS.
    5.      
    Escolha entre as opções oferecidas aquela que
    você deseja realizar:
    ·        
    Consultar
    ·        
    Agendar
    6.      
    Escolha “agendar” e repita no local indicado o
    código de segurança da imagem que aparecerá logo abaixo. O código precisa ser
    digitando corretamente para então prosseguir clicando em “Avançar”.
    Veja abaixo uma imagem dessa parte do processo de
    agendamento perícia INSS:
    Agora selecione o “Beneficio” ou o “Serviço” que você deseja
    agendar, que no nosso caso é a “Perícia INSS”.
    Depois que escolher e selecionar o atendimento que deseja
    agendar basta clique na opção “Avançar” e então preencha os campos que serão
    solicitados a você.
    Você precisará de:
    ·        
    Dados pessoais
    ·        
    Número do NIT (PIS / PASEP / CI)
    Agora conclua o agendamento perícia INSS a sua data e o
    horário para sua consulta.
    Você possui ainda a opção de ligar para a Central de
    Atendimento do INSS no número 135 para o agendamento perícia INSS.
    Faça o seu agendamento perícia INSS previamente pois a
    previdência está eliminando os atendimentos que não são agendados.
    Lembre-se que outros tipos de atendimento também podem ser
    agendados, como:
    Ente os Benefícios você pode escolher:
    ·        
    Alteração/Inclusão de Conta Bancária
    ·        
    Aposentadoria da Pessoa com Deficiência por
    Tempo de Contribuição
    ·        
    Benefício Assistencial ao Trabalhador Portuário
    Avulso
    ·        
    Cópia de Processo
    ·        
    Pensão Rural
    ·        
    Aposentadoria por idade rural
    ·        
    Aposentadoria por idade Urbana
    ·        
    Aposentadoria por tempo de Contribuição
    ·        
    Auxilio Reclusão
    ·        
    Benefício Assistencial ao Idoso
    ·        
    Benefício Assistencial ao Portador de
    Deficiência
    ·        
    Aposentadoria da Pessoa com Deficiência por
    Idade
    ·        
    Entre vários outros serviços do INSS…

  • Quais Direitos o Trabalhador Perde ao Pedir Demissão?

    Pedir demissão é uma decisão que deve ser tomada com muita
    cautela. Ao solicitar o desligamento da empresa, o trabalhador perde alguns de
    seus direitos trabalhistas. Para ajudá-lo a tomar a melhor decisão, hoje
    falaremos sobre quais direitos são garantidos ao trabalhador que pede demissão
    e quais não são recebidos por ele.

    Seguro Desemprego

    Vamos começar falando sobre um erro que muitos cometem:
    pedir demissão para poder sacar o Seguro Desemprego
    2019
    .
    Infelizmente, o trabalhador que pede demissão não tem
    direito ao Seguro Desemprego já que esse é um benefício que visa auxiliar
    financeiramente o trabalhador que foi retirado de seu posto de trabalho de
    forma abrupta, ou seja, sem planejamento de sua parte.
    Sendo assim, o Seguro Desemprego só é um direito concedido a
    trabalhadores demitidos sem justa causa.

    Aviso Prévio

    Outro direito que não é concedido ao empregado que pede
    demissão é o Aviso
    Prévio
    .
    A primeira coisa que você deve saber é que, ao pedir
    demissão, quem deverá cumprir o Aviso Prévio é você, ou seja, é necessário
    comunicar seu empregador sobre a decisão de deixar o emprego com uma
    antecedência de, pelo menos, 30 dias.
    Você deverá cumprir o Aviso Prévio e não receberá por isso,
    já que a lei determina que o pagamento de Aviso Prévio proporcional só vale em
    casos de dispensa sem justa causa, assim como o Seguro Desemprego.
    Caso o empregado já tenha arrumado um novo emprego, seu
    empregador poderá ou não o dispensar do cumprimento de Aviso Prévio, mas a lei
    não o obriga a fazer isso.

    Acréscimo de 40% sobre o FGTS

    Em casos de pedido de dispensa, o empregador não paga a
    multa de 40% sobre o valor do FGTS como em casos de demissão sem justa causa,
    portanto, esse é outro direito que o trabalhador que pede demissão deixa de
    receber.
    Além disso, ao pedir demissão, só é possível sacar o FGTS
    depois de 3 anos, contanto que não haja nenhum tipo de movimentação na conta do
    FGTS nesse período. Em outras palavras, ele só poderá sacar o FGTS após 3 anos
    a partir do seu pedido de demissão e se ele ficar desempregado durante todo
    esse período.

    Quais são os direitos do trabalhador que pede demissão?

    Agora que você já sabe quais direitos não são recebidos por
    quem pede demissão, veja quais são garantidos por lei:

    Saldo de Salário

    Ao pedir demissão no dia 10 de determinado mês, por exemplo,
    você tem direito ao saldo de salário dos 9 dias trabalhados anteriormente.

    13º Proporcional

    Você receberá o 13º salário proporcional ao período
    trabalhado. Se trabalhou por um ano, por exemplo, receberá um salário completo.
    Se trabalhou por 6 meses, receberá 6/12 do seu salário e assim por diante.

    Férias Proporcionais + 1/3

    Esse direito é concedido a quem tem um período aquisitivo de
    férias que ainda não encerrou. O valor é pago proporcionalmente, acrescido de
    1/3.

    Férias Simples + 1/3 (quando houver)

    Esse direito é concedido a quem completou seu período
    aquisitivo de férias, mas não chegou a tirar os dias de folga. O valor é pago
    proporcionalmente, acrescido de 1/3.

    Férias Dobradas + 1/3 (quando houver)

    No caso de você ter trabalhado por qualquer período superior
    a 1 ano e nunca ter gozado de um período de férias, tem direito a receber essas
    férias dobradas, acrescido de 1/3.

  • Desenvolvimento social do país cresce com auxílio de programas sociais

    O Bolsa Família, junto com outros programas sociais, vem mantendo um papel fundamental no desenvolvimento social do país, assim como todos os anos, o beneficiado precisa ficar atento quanto ao calendário Bolsa Família 2019, pois através dele é possível saber a data de pagamento do benefício.

    O Bolsa Família é uma iniciativa do Governo Federal, e funciona como uma ajuda no orçamento de famílias que vivem na pobreza ou extrema pobreza, o valor Bolsa Família pode chegar até R$ 340,00 mensais.

    O órgão controlador é o MDS (Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome), responsável por organizar e estabelecer as datas para pagamento do benefício, o que dá origem ao calendário Bolsa Família 2019.

    Calendário Bolsa Família 2019

    No início de todo ano é divulgado o calendário Bolsa Família, que passa por alterações para evitar que as data de pagamento do benefício caia em feriados, fins de semana ou se acumulem, afim de se evitar superlotação nas agências da Caixa Econômica Federal, que é a responsável pelo pagamento do benefício.

    A data de pagamento do benefício é definida de acordo com o último dígito do cartão Bolsa Família, como visto na imagem acima. O calendário Bolsa Família 2019 é criado pelo MDS (Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome) e contêm as datas de pagamento de todo ano. Além da divulgação em nosso site, o calendário Bolsa Família também é divulgado nas agências da Caixa Econômica Federal, lotéricas e postos de atendimento de Caixa.

    O número impresso no cartão, corresponde ao número da inscrição social do indivíduo no CADÚnico (cadastro único para programas sociais do Governo Federal), por isso, como dito anteriormente, a data é definida pelo último dígito do cartão Bolsa Família.

    Como é Feito o Pagamento do Benefício

    Após o dia 10 de cada mês começam os primeiros pagamentos do benefício, já os últimos pagamentos caem geralmente no último dia do mês, exceto em dezembro, que todos os pagamentos são realizados antes do natal.

    Por isso, fique atento ao calendário Bolsa Família 2019 que corresponde ao último dígito do seu cartão, além disso, antes de ir ao banco receber seu benefício, é possível consultar o saldo Bolsa Família pela internet e ter a certeza que o mesmo já está disponível para saque.